Polícia Militar de Três Lagoas prende dois casais por tráfico de drogas e associação criminosa

Na última quinta-feira, dia 23 de novembro, o 2º Batalhão de Polícia Militar de Três Lagoas/MS realizou a prisão de dois casais sob acusações de tráfico de drogas e associação criminosa. A ação ocorreu por volta das 16h45 na rua Crispim Coimbra, situada no bairro Jardim das Paineiras, após denúncias que apontavam o comércio ilegal de entorpecentes em uma residência local.

Segundo relatos das autoridades, uma equipe da Força Tática do 2º BPM se deslocou até a residência denunciada, a qual estava sob monitoramento policial. Os policiais abordaram usuários suspeitos logo após saírem do local, portando porções de drogas que, supostamente, teriam adquirido ali.

O flagrante ocorreu quando os policiais abordaram um casal, um homem de 20 anos e uma mulher de 18 anos, na frente do imóvel suspeito. Durante a abordagem, os agentes observaram sobre um móvel na cozinha, à vista do portão, um prato contendo uma pedra considerável de crack, pesando aproximadamente 43,8 gramas. Além da substância entorpecente, foram encontradas várias cédulas de dinheiro, uma balança de precisão, fita adesiva, moedas e uma faca supostamente utilizada para fracionar a droga.

Os abordados alegaram estar apenas visitando o local, porém, confessaram ter conhecimento da ilegalidade em curso. Em entrevista, a moradora da residência, de 19 anos, confirmou a prática do tráfico em conjunto com seu marido, de 27 anos, este último sendo detido em seu local de trabalho em uma conveniência. O homem assumiu a prática criminosa, alegando que a realizava para complementar a renda familiar.

Diante da situação, todos os envolvidos foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia, onde foram apresentados à autoridade competente. Preocupados com o bem-estar das crianças encontradas na residência usada para o tráfico, sendo uma delas com dois anos e a outra com apenas cinco meses, as autoridades acionaram o Conselho Tutelar. Este órgão encaminhou e entregou as crianças aos familiares da mãe para garantir seu cuidado e proteção.

O caso chamou a atenção das autoridades para a gravidade do tráfico de drogas na região, bem como para a importância de medidas de proteção às crianças envolvidas nesse contexto criminoso. A polícia continua atenta e vigilante contra atividades ilícitas que possam comprometer a segurança e o bem-estar da comunidade.

As investigações prosseguem para identificar outros possíveis envolvidos e coibir atividades criminosas semelhantes na área.