Corpo de idoso é encontrado próximo a casebre abandonado em Três Lagoas

Suspeita de morte natural levanta questionamentos sobre abandono e assistência aos mais velhos

 

O corpo de um homem idoso, identificado como João Zoilan Veiga, de 64 anos, foi descoberto na tarde de segunda-feira, 1° de janeiro, próximo a um casebre abandonado, localizado no quilômetro 300 da rodovia BR-158, nas proximidades do córrego do Moeda, em Três Lagoas.

A vítima foi encontrada ao lado de um carrinho de reciclagem, em um caminho que leva da rodovia ao casebre, que, em tempos passados, foi habitado e atualmente encontra-se desocupado. O Corpo de Bombeiros foi acionado para atestar o óbito, enquanto a Polícia Rodoviária Federal esteve presente para acompanhar os procedimentos relacionados à ocorrência.

Vestindo uma camiseta gola polo cinza, calça jeans e chinelos, João Zoilan Veiga apresentava uma faixa sobre uma ferida na perna direita. Segundo informações, não foram encontrados indícios de violência no corpo do idoso, levantando a suspeita inicial de que a morte possa ter sido decorrente de um mal súbito.

De acordo com os relatos fornecidos pelo Corpo de Bombeiros, não foram identificados sinais de violência ou agressão física no corpo da vítima. Essa ausência de evidências, conforme a polícia, descarta, por ora, a necessidade de uma investigação mais aprofundada sobre a morte, considerando-a como um caso possível de óbito natural.

A descoberta do corpo levanta questionamentos sobre o abandono de moradias na região e também sobre a assistência e acompanhamento dos idosos. Moradores locais expressaram preocupação com a situação do casebre abandonado e instam as autoridades a investigarem mais sobre o estado de locais desabitados, especialmente considerando a presença de pessoas mais vulneráveis, como os idosos.